12 Nov 2020 | 00:00HRS

Novembro azul – cuidado com a saúde do homem


No mês de novembro, instituições de saúde promovem a campanha do Novembro Azul, de conscientização, prevenção e cuidado com a saúde do homem. O câncer de próstata, o câncer de testículo e o câncer de pênis somam, juntos, 9% dos registros de causa de morte em homens – sendo a terceira maior. 

Profissionais de saúde, convênios e instituições de saúde incentivam também o autoexame dos testículos, a fim de estimular a população masculina a criar este hábito de autocuidado; o câncer de testículo é na maioria das vezes indolor e tem altos índices de cura e baixa mortalidade se rapidamente detectado.

O autoexame nos testículos é lembrado na campanha do Novembro Azul como uma das mais efetivas maneiras de prevenir essa doença e também infecções sexualmente transmissíveis. 

 

Por que é importante realizar o autoexame nos testículos?

 

            Assim como o autoexame das mamas, largamente propagado entre as mulheres a fim de proporcionar o diagnóstico precoce do câncer de mama, o autoexame nos testículos deve se tornar um hábito para homens entre 15 e 50 anos (nesta idade o câncer de testículo é mais comum).

 

Passo a passo: como e quando fazer o autoexame nos testículos?

 

1. O ideal é realizar o autoexame uma vez por mês. Faça logo após um banho quente – o calor relaxa o escroto e facilita a percepção de anormalidades.

2. De pé, em frente a um espelho, observe o escroto e veja se há alterações em alto-relevo na pele.

3. Examine com o toque das duas mãos cada um dos testículos. Massageie nas laterais e na região ventral, na parte de baixo do escroto. Posicione o testículo entre os dedos médio, indicador e polegar. Você não deve sentir dor ao fazer isso.

4. Identifique o epidídimo, o canal que carrega o esperma, para se certificar de que não está aumentado.

 

O que observar no autoexame nos testículos?

 

O principal sintoma do câncer de testículo é o aparecimento de nódulos duros, pequenos e indolores. Mas, no geral, deve-se estar atento a:

  • Alterações no tamanho dos testículos;
  • Dor ou incômodo na virilha e na parte inferior do abdômen;
  • Nódulos ou anormalidades;
  • Sensação de peso nos testículos;
  • Varizes ou líquido no escroto.

Em conjunto com a análise dos testículos, deve-se observar também se há sangue na urina e/ou sensibilidade nos mamilos.

 

Atenção: Ao constatar qualquer anormalidade no escroto ou estiver com dúvidas, procure seu médico.

tags: Novembro azul, Previna-se, Vá ao médico

Voltar